terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Morre Umberto Eco

Umberto Eco morreu no dia 19 de fevereiro de 2016 aos 84 anos, mas quem é Umberto Eco, confesso que eu só sabia que ele era um escritor e isto porque eu tenho um livro dele – Número Zero - fui pesquisar um pouco mais e vi que era filosofo e romancista entre outras coisas um verdadeiro intelectual, mas não é sobre isto que quero me ater neste post – você pode saber um pouco mais neste link, ou fazendo uma pesquisa mais apurada na internet. Você encontrará vários livros na Pesquisa Umberto Ecoda Amazon.

O que me chamou atenção é que seu romance mais famoso “O nome da rosa” publicado em 1980 foi transformado em um filme sucesso em 1986 – com o mesmo nome – dirigido por Jean-Jacques Annaud e protagonizado por Sean Connery como Guilherme de Baskerville e Christian Slater no papel de seu aprendiz Adson von Melk. Não me recordo de tê-lo assistido. O que me despertou interesse foram os nomes dos personagens centrais - ...Baskerville e Adson – buscando mais informações constatei que os mesmos também agem como Sherlock Holmes e Dr. Watson de Arthur Conan Doyle. Não é por menos que o nome Baskerville fora tirado de um clássico de Sherlock HolmesO Cão dos Baskerville”.

A trama acontece em um mosteiro franciscano na última semana de novembro de 1327 onde o frei Guilherme de Baskerville fora enviado para investigar suspeitas de que monges estejam cometendo heresias. Sua missão é interrompida por excêntricos assassinatos, mortes em circunstâncias insólitas... - não vou me alongar mais e transformar o post em “spoiler”.

O filme eu achei e consegui baixar no culturacomlegenda.org, mas irei assistir após ler o livro – a minha cópia é esta “O nome da rosa” – é um livro grosso com 544 páginas. Resolvi ler o livro primeiro pelo simples motivo de que – na minha opinião – é muito mais completo e interessante que o filme. Normalmente no filme há muitos cortes e até mudança da história, não no contexto, mas de alguns personagens, etc. Um fato interessante que me despertou ainda mais o interesse de ler primeiro o livro foi a “Introdução” – que está na minha cópia – feita por David Lodge. Transcrevo abaixo:

Eco revela que amigos e editores que leram seu romance em forma de manuscrito recomendaram que ele abreviasse as primeiras cem páginas, que julgaram “muito difíceis e exigentes”. Ele se recusou a fazê-lo, sob a premissa de que estas páginas eram como uma “penitência ou iniciação”. Além do mais, aqueles que não pudessem atravessá-las jamais chegariam ao fim do livro; aqueles que o fizessem teriam aprendido como lê-lo, e não seriam capazes de parar. Esta notável demonstração de fé em seu próprio trabalho foi na ocasião completamente justificado, mas ele testou o esforço e a atenção de seus leitores até as últimas linhas do romance, que contém uma pista criptografada em latim sobre o significado de seu título. 

Boa leitura e bom filme!

Todos os links apontados nos livros são do meu programa de afiliados do Submarino comprando por ele você estará me ajudando, obrigado!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...